Na hora de adoçar o café, chá ou suco, você prefere açúcar ou adoçante? A maioria das pessoas percebe diferença no paladar entre os dois…no mercado há vários tipos de adoçantes, que podem baixar as calorias da sua dieta, ajudar você a emagrecer ou manter o peso e até controlar doenças, como o diabetes. Porém a escolha do e a quantidade usada do adoçante é fundamental, para que não prejudiquemos o funcionamento normal do corpo.

Os adoçantes ou edulcorantes, são substâncias químicas, obtidas de matérias primas naturais ou artificiais desenvolvidas pela indústria de alimentos. O poder de adoçamento é maior do que a sacarose (obtida da extração da cana de açúcar), com objetivo de substituir total ou parcialmente o açúcar, e possuem baixo ou nenhum valor calórico.

No mercado encontramos dois tipos de adoçantes, o de mesa e os dietéticos. O primeiro confere sabor doce aos alimentos e bebidas, não podendo ser consumido por diabéticos, por conter açúcar em sua fórmula. Já os dietéticos, são formulados para dietas com restrição de sacarose, frutose ou glicose.

No nosso país, existem 7 tipos de adoçantes liberados para consumo, pela ANVISA. São eles: Sacarina, Aspartame, Acessulfame de potássio (ACK), Sucralose, Neotame, Estévia, Ciclamato de sódio. Sendo este último, o primeiro adoçante descoberto e o mais utilizado no nosso país e em outros 50 países. Já o ACK, não é recomendado para grávidas, por prejudicar na formação do tubo neural do bebê.

Muito se fala também, do uso frequente do adoçante x poder cancerígeno…mas ainda não temos estudos concretos que comprovem seus malefícios.

Atualmente, os queridinhos tem sido a Sucralose, adotada pelo paladar agradável e a Estévia, que possui menor poder de doçura, mas por ser um edulcorante vegetal, produzido das folhas da Estévia, garantem menos impacto ao metabolismo.

Já no protocolo Low carb, os mais utilizados são: a Estévia, Xilitol e Eritritol. Por serem naturais, não causam picos de açúcar no sangue, não causam picos de insulina, e adoçam perfeitamente bebidas, pratos e receitas.

A dica para consumo dos adoçantes para quem quer consumir zero caloria são os adoçantes líquidos. E para não produzir paladar amargo, devemos dosar na quantidade das gotinhas…pois quanto mais gotas, mais amargo fica o sabor do alimento ou bebida.

Lembrando que a recomendação, continua sempre para o consumo dos alimentos in natura…ou seja, da forma mais natural possível e de maneira equilibrada.

(Auri Moraes)