Campanha de vacinação vai de 24 de abril a 1º de junho em todas as unidades de saúde do município, inclusive Centro do Idoso

A Secretaria de Saúde de Barra Mansa inicia na próxima terça-feira, dia 24 de abril, a campanha de vacinação contra a influenza que vai até dia 1º de junho. Estarão funcionando como postos de vacinação todas as Unidades de Saúde da Família, Unidades Básicas de Saúde, Sirenes, Policlínica e Centro do Idoso no horário entre 8 e 17 horas de segunda a sexta-feira. O Dia D de mobilização nacional será num sábado, 12 de maio.

A vacina é indicada para crianças a partir dos seis meses a menores de cinco anos; idosos acima de 60 anos; gestantes em qualquer período gestacional; puérperas, isto é, mães que deram à luz há menos de 45 dias; trabalhadores de saúde, professores de escolas públicas e privadas; e portadores de doenças crônicas não transmissíveis com idade entre 5 e 59 anos, desde que tenham prescrição médica.

Segundo o secretário de Saúde, Sérgio Gomes, estão dentro desse público-alvo uma média de 50 mil pessoas. “A vacinação contra influenza mostra-se como uma das medidas mais efetivas para a prevenção da influenza grave e de suas complicações. Nossa meta é imunizar 90% dos grupos elegíveis para a vacinação”, completou.

A coordenadora do Setor de Imunização da Secretaria de Saúde, Marlene Fialho, explica que a vacina contra influenza protege contra os três tipos mais prevalentes nos últimos anos: H1N1, H3N2 e influenza B. “A proteção conferida pela vacinação é de aproximadamente um ano, motivo pelo qual é feita anualmente”.

Ela destaca que grande parte do público-alvo em Barra Mansa é formada por idosos, que são 21 mil. Por esse motivo, o Centro do Idoso também disponibilizará a vacina. “O objetivo da vacinação é reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza, na população alvo para a vacinação”.

A vacina é contraindicada para pessoas com historia de reação anafilática prévia em doses anteriores bem como a qualquer componente da vacina ou alergia comprovada grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados.