Casais economizaram mais de R$ 700 com a documentação da união estável

O casal Paulo César Souza de Oliveira, 53 anos, e Vanilda Pereira da Silva, 54, realizou um sonho de muitos anos: o de se casar. Eles participaram do Casamento Social Gratuito promovido pela prefeitura de Volta Redonda, através da Smac (secretaria municipal de Ação Comunitária). O evento aconteceu no Cine Nove de Abril, na Vila Santa Cecília, na tarde desta quinta-feira, dia 15.

Juntos há 35 anos, a felicidade tomou conta dos dois na cerimônia, que foi totalmente gratuita para os casais: “Enfim nos casamos oficialmente. Estou muito feliz de estar trocando aliança com o amor da minha vida”, disse Vanilda. Paulo César complementou: “Até as nossas filhas casaram primeiro que a gente”, brincou ele, que moram no bairro São Geraldo e já são avós de duas crianças.

O casal é um dos 251 que trocaram alianças no evento. Para participar, eles tinham que cumprir alguns critérios: ser morador de Volta Redonda, ter uma renda máxima de dois salários mínimos e ser assistido por um dos 35 Cras (Centro de Referência de Assistência Social) da cidade. Os casais economizaram pelo menos R$ 700 em documentação.

“Hoje é um dia muito importante para cada um de vocês, que puderam oficializar gratuitamente a união. A maioria já está com filhos, vivendo juntos há 10 anos. O maior benefício social será o de regular a vida dessas famílias que já vivem juntas, favorecendo o ambiente de harmonia do lar”, disse o vice-prefeito de Volta Redonda, Maycon Abrantes, que também é secretário de Ação Comunitária.

O evento aconteceu em parceria com a Defensoria Pública do Estado do Rio e com os cartórios do 1º e 2º Ofício de Volta Redonda. A cerimônia foi realizada pelo juiz de Paz José Nereu Militão e juízes de Paz assistentes. Houve a famosa pergunta para cada homem e mulher que estavam no evento: se a união era de livre e espontânea vontade, e diante da resposta afirmativa, fez a troca de alianças e formalizou a união.

O casal Ledson Roberto da Silva, 24 anos, e Carla Rodrigues, 22, também aproveitou a oportunidade de oficializar a união que já tem oito anos. “Já moramos juntos há oito anos e hoje é o dia que oficializamos. Estou muito feliz e agradecida pela ação da prefeitura de Volta Redonda”, afirmou Carla.“Estamos juntos desde nossa adolescência e hoje é só a confirmação, perante à lei, do nosso amor”, frisou o noivo.

Para o prefeito Samuca Silva, o governo municipal também tem a função de realizar sonhos da população como o momento do casamento. “É uma alegria poder ajudar os casais a realizar esse sonho de fortalecer os laços familiares e legalizar a união”, finalizou o prefeito.