Respeitando regras de saúde por conta da pandemia, clínica odontológica retomou atendimento para evitar concentração em outras unidades

 

A Prefeitura de Volta Redonda retomou nesta quarta-feira, dia 29, os atendimentos de urgência e emergência na Clínica Odontológica Concentrada (COC) do bairro Santa Cruz. O atendimento estava suspenso, por conta da pandemia do novo coronavírus. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o objetivo é atender a demanda da população dos bairros Santa Cruz e Santa Rita do Zarur, que estavam se deslocando para o CAIS Aterrado e para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), no Santo Agostinho.

 

A unidade vai funcionar das 8h às 17h, atendendo, no máximo, 14 pacientes por dia. Dentre as medidas tomadas para a volta dos atendimentos estão: a adequação do espaço, incluindo instalação de barreiras físicas; desinfecção dos equipamentos depois de cada atendimento e no fim das atividades; medição da temperatura da equipe médica e dos pacientes; controle de renovação de ar.

 

“A retomada do atendimento respeita todas as medidas de proteção, como higienização e distanciamento durante a pandemia do coronavírus, seguindo as normas e precauções indicadas pelo Ministério da Saúde. Importante esclarecer que os atendimentos deverão ter agendamento e passar por uma triagem nas UBSFs (Unidades Básicas de Saúde da Família) de referência”, ressaltou a secretária municipal de Saúde, Flávia Lipke, que compareceu à unidade na manhã desta quarta-feira para verificar a retomada do atendimento, também acompanhada do vereador Edson Quinto.

 

Uma das primeiras pacientes atendidas foi a florista Neiva Ribeiro, moradora do Santa Rita do Zarur, que já vinha fazendo tratamento de canal na unidade. “Faço tratamento aqui e, devido à pandemia, parou tudo. Senti muita falta. Quando tive dor, cheguei a ir à UPA, no Santo Agostinho. Depois, o curativo quebrou e eu tive que voltar aqui”.

 

A prioridade será para pessoas do grupo de risco, que serão atendidas no primeiro horário. Só serão permitidos acompanhantes para crianças, idosos, pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, sempre usando máscaras.

 

Com área de abrangência de quase 30 mil moradores, a Clínica Odontológica Concentrada, em pouco mais de dois anos de funcionamento, encerrou a demanda reprimida dos bairros Santa Cruz e Santa Rita do Zarur.  Inaugurada em julho de 2017, a unidade passou a oferecer o tratamento aos moradores, que antes eram assistidos nas clínicas do Aterrado e Santo Agostinho.

 

“Era um desejo da comunidade e vai prevenir aglomerações em unidades de emergência da cidade. Antes de reabrir, fizemos uma reforma no local. A clínica tem novos equipamentos e os moradores dessa região terão mais conforto e comodidade no atendimento”, explicou o prefeito Samuca Silva.