Apresentador dos ‘Os Donos da Bola’, do Rio, vem secando os adversários do Flamengo em busca do título do Campeonato Brasileiro

Edilson Silva tem impressionado a todos com suas “mandingas” feitas durante o programa “Os Donos da Bola”, da Band Rio. Desde quando começou a “secar’ o Internacional, maior rival do Flamengo na busca pelo título brasileiro, o time treinado por Abel Braga ainda não conseguiu vencer, e manteve o Rubro-negro vivo no sonho do octacampeonato.

Na última quarta-feira, o Internacional perdeu para o Sport, por 2 a 1, no Beira Rio. Apesar da derrota, o Colorado segue na liderança da competição, com 66 pontos, um a mais do vice-líder Flamengo. Antes da partida, Edilson manteve a tradição e voltou a secar a equipe de Porto Alegre. Para ele, o título do Campeonato Brasileiro já tem dono, e é do Flamengo.
“Eu tenho certeza que o Flamengo será campeão brasileiro até porque a minha parte eu já fiz. Com as mandingas conseguimos segurar os adversários, agora só depende dele. Ele vai ser campeão brasileiro. O time voltou a jogar, tem o melhor elenco, e os jogadores resolveram resolver. Não tenho nenhuma dúvida.”, afirmou ele ao Meia-Hora.
Com três rodadas para o fim da competição, Flamengo e Internacional se encaram na penúltima rodada, e segundo Edilson, o clube carioca pode se sagrar campeão brasileiro já neste confronto, caso o Inter perca para o Vasco, no próximo domingo.
“Esse jogo contra o Internacional pode ser a grande decisão do Campeonato Brasileiro. O Flamengo pode ser campeão neste jogo, basta que o Internacional não ganhe o Vasco domingo. Então o Flamengo ganhando do Corinthians e do Inter, ele é campeão na semana que vem”, disse o apresentador.
E as “mandingas” de Edilson Silva não são exclusivas para o clube da Gávea. O apresentador agora está na saga de secar o Bahia, clube que briga contra Vasco, para escapar da última vaga para a Série B da próxima temporada.
“Como agora só depende do Flamengo, a minha parte agora é ajudar o Vasco. No programa de hoje eu lancei a mandinga contra o Bahia. Agora é hora de ajudar o Vasco também.”
 Créditos: Jornal Meia Hora