Tired stressed male worker taking off glasses, person massaging nose bridge suffering from headache and trying to relieve pain. Despaired man frustrated after reading company collapse or failure news

Saiba quais são os erros e como não cometê-los

Foto: Freepik

Adquirir a casa própria é o sonho de muitos brasileiros e com ele está implícito a grande responsabilidade que é fechar um negócio. Muitas dúvidas aparecem durante a busca e nem sempre elas são tão simples de resolver, principalmente para quem está vivendo toda a experiência pela primeira vez.

Uma das formas de superar o desafio dessa experiência é conhecer os principais erros que os clientes comentem na hora de comprar um imóvel e se planejar para que isso não aconteça na sua vez.

Seja um imóvel novo ou usado, um erro pode acabar gerando um grande problema financeiro, por isso é importante estar atento. Em uma situação normal, um apartamento novo, por exemplo, pode gerar uma economia de até 30%. Mas para ser beneficiado você precisa estar atento a algumas questões importantes, como vamos mostrar a seguir. Confira:

  • Escolher um imóvel que não cabe no orçamento

Para obter sucesso ao realizar a compra de um apartamento no Rio de Janeiro o primeiro passo ter conhecimento a respeito do seu orçamento financeiro. Não ter essa consciência já gera problemas logo nas primeiras etapas de negócio, isso porque o pagamento vai definir o imóvel que o cliente pode ou não comprar. Na maioria dos casos em que essa situação acontece, os envolvidos se deixam levar pela emoção ou pelo impulso do momento, ao encontrar um imóvel que acreditam caber no orçamento. Isso pode trazer sérias consequências no futuro como a dívida pelo não pagamento das parcelas ou até mesmo a tomada do imóvel pelo banco em casos de financiamento. Por isso, ao optar por adquirir uma residência é importante ter em mente que o custo da unidade não pode ultrapassar 30% do valor do imóvel, uma vez que o restante da renda deve ser destinado as despesas fixas mensais. Para facilitar o pagamento, ter uma parte do montante para entrada pode fazer toda a diferença. Além disso, fazer algumas mudanças na busca também podem baratear a compra, como uma simples mudança de bairro.

  • Não pesquisar sobre a procedência da empresa

Muitas vezes no momento de ansiedade, os clientes acabam por não pesquisar mais informações sobre a história da construtora ou imobiliária com quem pretendem realizar negócio. E é aí que mora o perigo, uma vez que muitos golpistas se aproveitam dessa situação para golpes e com isso causar prejuízos financeiros. Para obter informações sobre a procedência da empresa o primeiro passo é consultar na internet sites de reclamação, denúncias e outros empreendimentos da empresa. Outra dica é conversar com clientes da empresa e conhecer o depoimento das pessoas que já passaram por uma mesma situação que você irá passar. Para eliminar a dúvida por completo, a dica é verificar órgãos de justiça e até mesmo o Procon, para verificar a existência de ocorrências.

  • Não conhecer o imóvel pessoalmente

Antes de realizar uma proposta ao encontrar imóveis no RJ é fundamental conhecer a unidade muito bem. Por isso realizar apenas uma visita a unidade pode não ser suficiente para ter a certeza de que um bom negócio virá a ser realizado. Conhecer os prós e os contras de um imóvel exige realizar visitas em dias e horários variados. Só assim será possível conhecer informações como incidência de sol, movimento de veículos em torno do imóvel, disponibilidade de comércios e serviços na região. Além disso, ao conhecer a região, você terá acesso a outras informações como valor do IPTU, proximidade com o transporte público, existência de outras construções no entorno, crescimento do bairro, entre outros aspectos.

  • Não analisar a documentação

Um dos principais erros que podem ser cometidos na aquisição de um imóvel é não avaliar a documentação apresentada durante o processo de compra. Apenas a documentação é capaz de garantir a segurança da aquisição e eliminar quaisquer tipos de problemas que possam vir a surgir no futuro. Todos os documentos precisam ser lidos e analisados também nos órgãos públicos, seja pessoa física ou jurídica. No caso de apartamentos na planta, o cuidado deve ser ainda maior uma vez que, os documentos precisam apresentar toda a descrição do imóvel, além de garantir o cumprimento dos prazos e qualquer outra alteração que venha vir a ser feita durante o processo da obra. Outra questão importante quando se fala de documentação é estar atento a questão do contrato, que também é responsável por um dos principais erros dos compradores. Na ansiedade por fechar negócio, muito dos clientes acabam por assinar o contrato sem ler ou entender o que as cláusulas tem a dizer. Isso pode ser muito perigoso uma vez que as cláusulas do contrato descrevem os direitos e deveres do comprador e do cliente, além de apresentar detalhes de como deve ser realizado o pagamento daquele imóvel. Uma cláusula que não tenha ficado bem esclarecida pode gerar um grande problema no futuro e ainda afetar o pagamento do imóvel.  

  • Não considerar todas as taxas a serem pagas

Outro erro que pega muitos clientes de surpresa é não considerar os demais custos presentes na compra de um imóvel. Isso importante pois na hora de comprar uma unidade não é apenas o valor da venda que conta para a quitação da dívida, mais sim taxas, juros, custo da documentação que precisa ser emitida, além de consertos, reformas e mudanças que permitam o início da nova etapa no imóvel. Tudo isso precisa ser levado em conta antes de fechar negócio, pois esquecer uma desses tópicos pode até mesmo inviabilizar a aquisição do imóvel e gerar problemas financeiros futuros. Além disso tem custos mensais que passam a integrar a compra e que precisam ser previstos antes da aquisição como valor do condomínio, do IPTU que devem ser pagos pelo novo morador. Para não vivenciar esse tipo de problema é fundamental realizar uma boa pesquisa e esclarecer todas as possíveis duvidas junto a um profissional como o corretor de imóveis e também o proprietário do imóvel.

Curtiu? Compartilhe em suas redes sociais!