Apresentação marcou o encerramento das aulas de 2019 do projeto Crescer Em Movimento

Os alunos do projeto Crescer Em Movimento da Prefeitura de Volta Redonda fizeram uma emocionante apresentação para marcar o fim das atividades de 2019. O espetáculo “Giselle” foi interpretado por cerca de 70 bailarinas, que emocionaram o público na noite desta segunda-feira, dia 16, no Teatro Auditório Maestro Franklin de Carvalho Junior, anexo ao Colégio Getúlio Vargas.

Para o prefeito Samuca Silva, o projeto tem um papel importante no desenvolvimento desses jovens. “Nós atendemos no projeto crianças a partir de seis anos. Então ela cresce dentro do meio esportivo e tem oportunidade de usar o tempo ocioso de forma produtiva e saudável”, comentou Samuca.

De acordo com a professora e coreógrafa Carla Petriz, o tema foi escolhido por ser um Ballet de repertório, que traz uma bonita história de perdão. “Remontar o Giselle foi um trabalho muito desafiador, devido às particularidades da época que foi criado e toda a riqueza de detalhes. Será inesquecível. É muito gratificante ver o resultado esculpido em cada corpo dançante”.

A apresentação conta a história de uma camponesa chamada Giselle, que padece de uma desilusão amorosa, após descobrir uma traição. Tem ainda como destaque as Wilis, espíritos que morreram antes de casarem, que levam os homens à morte pela dança.

A montagem do espetáculo começou em junho deste ano e envolveu todas as alunas que participam do projeto na Arena Multiuso da Ilha São João, além de três bailarinas convidadas.

Sobre o projeto:

O CEM (Crescer em Movimento), da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Smel), proporciona às crianças e adolescentes desenvolvimento físico, motor, cognitivo, cultural e social por meio do esporte, respeitando o aspecto cognitivo de cada faixa etária. O projeto está em 15 núcleos espalhados por Volta Redonda e inclui esportes coletivos e individuais, ginásticas, danças, lutas e capoeira.