Guarda Municipal de Volta Redonda faz apreensão de ônibus envolvido em acidente de trânsito

0

Acidente foi na Avenida Amaral Peixoto e veículo de linha intermunicipal  estava irregular junto ao Detran Rj

A Guarda Municipal de Volta Redonda que atua na segurança do trânsito da cidade, trabalhando de forma preventiva para a fluidez e o funcionamento normal da circulação de veículos, sem prejuízo a mobilidade urbana, recolheu um ônibus de transporte coletivo da empresa Sul Fluminense, que faz linha intermunicipal. O veículo se envolveu num acidente de trânsito na manhã de sexta-feira(19), por volta das 11 horas, estava irregular perante ao Detran RJ (Departamento Estadual de trânsito ).

O prefeito Samuca Silva, falou da competência da Guarda para essas intervenções. “O setor de trânsito da Guarda, ligado ao Departamento Operacional, como secretaria na reforma e modernização administrativa que fizemos nesta gestão, pelo Decreto 15.150, ganhou ainda mais responsabilidades na fiscalização direta e ações nas ruas do município, visando uma maior proteção e segurança do trânsito. A Guarda age preventivamente para resguardar vidas e reduzir os acidentes”, enfatizou.

Após o acidente na Avenida Amaral Peixoto com outro veículo  de menor porte, a Guarda Municipal foi acionada e fez o Boletim de Registro de Acidentes(Brat), sem vitimas. E verificado as condições do veículo de transporte coletivo que estava circulando em situação de irregularidade junto ao Detran-Rj, o motorista o conduziu até o depósito da Guarda Municipal na Ilha São João. O Boletim foi elaborado pelo inspetor Freitas no local do acidente, na via pública.

O comandante da GM, Dalessandro Assis, comentou a apreensão: “O veículo da empresa se envolveu em um acidente sem vítimas e estava com o licenciamento atrasado, o lacre rompido. Qualquer veículo nessas condições fere o Código de Transito e está sujeito a remoção para o depósito municipal  com a retirada de circulação, onde ficou acautelado. Após sanadas as irregularidades, será liberado”, explicou.

Segundo informou a Guarda Municipal, um representante da empresa já esteve na sede da corporação municipal e foi orientado a procurar o Departamento Estadual de Trânsito para regularizar as questões pendentes do veículo para que este seja liberado e possa voltar ao transporte de passageiros nas linhas intermunicipais, fiscalizadas pelo Detro( Departamento de Trânsito Rodoviário) do estado.  A empresa terá que pagar as custas diárias devidas aos cofres públicos  e passar pelas vistorias necessárias do veículo junto ao órgão público estadual para a liberação no município.