Novos guardas de Itatiaia e Paty do Alferes receberam certificado de conclusão do curso na manhã desta sexta-feira, dia 13

A Prefeitura de Volta Redonda, por meio da Guarda Municipal, entregou na manhã desta sexta-feira, dia 13, em cerimônia na Arena Multiuso da Ilha São João, os certificados de conclusão do curso de formação de novos agentes dos municípios vizinhos de Itatiaia e Paty do Alferes. As aulas, ministradas em parceria com instrutores da guarda de Itatiaia, seguiram a Matriz Curricular da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

Durante 40 dias, 16 novos guardas de Itatiaia e três de Paty do Alferes, estiveram em Volta Redonda para instruções de trânsito; aulas de educação física; legislação, que engloba conhecimentos sobre o código penal e processo penal; ética e direitos humanos; Estatuto da Criança e do Adolescente; prevenção ambiental; prevenção às drogas; primeiros socorros; além da Constituição da República Federativa do Brasil.

Andressa Barros, de Itatiaia, aprovou o curso. “Durante o treinamento, aprendemos e discutimos temas que vamos lidar no dia a dia da nova profissão”, disse, afirmando que o fim desta fase aumenta a ansiedade para assumir o posto como Guarda Municipal.

Felipe Coelho era um dos três novos guardas de Paty do Alferes. “Além de adquirirmos experiência prática como salvamento aquático e técnicas de algemação, o curso promove o fortalecimento da integração entre as Guardas Municipais da região”, falou.

Participaram da cerimônia de formatura os comandantes das Guardas Municipais de Volta Redonda, Dalessandro Hidimário de Assis; de Itatiaia, Edson Bento do Expedito; e de Paty do Alferes, Roberto Oliveira; além do porta-voz institucional da Prefeitura de Volta Redonda, Adriano Lizzarelli; do secretário municipal de Segurança Pública, o coronel PM Antônio Goulart; e do secretário de Ordem Pública de Paty do Alferes, Denilson Monsores.

Dalessandro agradeceu pela confiança na Guarda Municipal de Volta Redonda e parabenizou os formandos. “Essa solenidade marca o encerramento de um ciclo, mas a formação do agente é constante. O aprendizado maior se dá no dia a dia, com o contato com a população”, concluiu.