Proposta faz parte do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa

A Secretaria de Educação de Barra Mansa promoveu nesta sexta-feira, dia 13, a V Jornada Pedagógica da Educação Infantil realizada na Creche Menino Jesus, no bairro Estamparia. Como parte do PNAIC (Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa) que assegura que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos de idade, ao final do 3º ano do ensino fundamental, o evento teve como tema “Bebês e Crianças como autores e leitores” focado na capacitação de coordenadores pedagógicos e professores da Educação Infantil como forma de promover a prática de leitura de bebês a crianças até os cinco anos.

A coordenadora da Educação Infantil, Tatiana Celebrim, explicou que o objetivo não é ensinar o bebê a ler e escrever, mas proporcionar a prática da leitura e escrita desde pequeno. “Se nós, enquanto professores, estimularmos a leitura desde os bebês, iremos formar leitores e autores no futuro”.

Foram oferecidas sete oficinas ministradas pelas professoras de salas de leitura. Uma das mais concorridas foi a que abordou sobre a leitura para bebês com o tema “Bebê lê? Não há limites para contar e ouvir histórias”. A palestrante e professora Andrea Seixas explicou que a leitura para bebês é desenvolvida individualmente trabalhando o afeto e a atenção com cada indivíduo. “Mesmo ainda bebê, essa atenção que é dada lendo um livro é de extrema importância porque a criança começa a desenvolver a leitura de outras formas prestando atenção à entonação, ritmos, pausas e rimas. Tudo isso influencia na forma que o bebê vai receber essa informação e que vamos colher quando ele entrar na fase da Alfabetização”.

A professora da mesma palestra, Aline Vasconcellos, também destacou que no atual momento de globalização e avanço das tecnologias, a leitura ainda é uma ótima ferramenta de aprendizagem. “A leitura é um ato de amor. Parar o que está fazendo e separar esse tempo para o convívio significa que você se importa com aquela criança. Quanto antes ela tiver acesso a leitura adaptada, maior facilidade ela vai ter para ler e escrever no futuro”.

Outra palestra ministrada foi com a professora Edilene da Costa sobre a intencionalidade das ações pedagógicas a partir da leitura na Educação Infantil. Segundo ela, o professor de Educação Infantil precisa sistematizar, planejar e criar uma estimulação eficaz para alcançar o objetivo. “Essa estimulação é a partir da leitura relacionando com jogos e brincadeiras, produzindo uma interpretação do texto, gerando novos significados”, detalhou.

Ela completou dizendo que a leitura é um veículo de modificação de posturas sociais, políticas e morais. “Não é a leitura somente pela leitura, mas para a promoção da interdisciplinaridade, ou seja,diálogo entre os diversos saberes e atores. Unir o saber científico à bagagem cultural que a criança tem. Para isso tem que começar desde pequeno para que seja possível abrir caminho para outras oportunidades”, finalizou.

EDUCAÇÃO INFANTIL – A Educação Infantil compreende os alunos de 0 a cinco anos de idade. A Secretaria de Educação de Barra Mansa possui 60 unidades escolares que atendem esse público, sendo 53 escolas e sete creches. Atualmente, são aproximadamente 220 professores de Educação Infantil