A estreia do Volta Redonda no campeonato estadual teve como ponto ´positivo a reabertura do Estádio da Cidadania que teve o gramado e as dependências recuperadas através de um trabalho conjunto da Prefeitura e de alguns torcedores que trocaram os momentos de lazer pelo trabalho de limpeza e consertos de equipamentos deteriorados. No final a satisfação de um verdadeiro milagre da boa vontade e do amor ao clube e a cidade.

Em campo a estreia do time não teve o resultado esperado, o empate em dois a dois contra o Madureira deixou uma pontinha de decepção para todos que esperavam uma grande vitória, mas pelo desempenho de alguns setores do time a esperança de melhora no jogo contra o Vasco é perfeitamente possível, já que o próprio treinador Neto Colucci se mostrou preocupado e promete redobrar o trabalho para aprimorar jogadas e o setor de marcação.

A surpresa na escalação foi a escolha de Andrey Ventura no lugar de Vinicius que foi titular na fase preparatória e mostrou estar em plena forma para brigar pela titularidade. Volta Redonda e Vasco que na estreia perdeu para a Portuguesa será neste sábado ás 21 no Estádio da Cidadania.

Apelo de Lisca sensibiliza todos menos a CBF e Federações

Conhecido por suas falas polêmicas e seu jeito irreverente, o técnico do América-MG, Lisca, voltou a ser assunto no mundo do futebol após fazer uma apelo emocionante à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), na noite desta quarta-feira, 3.

Temendo a contaminação por Covid-19, o treinador lamentou, após a vitória por 1 a 0 do Coelho sobre o Atlétic Club, a confirmação das datas da Copa do Brasil e pediu uma reflexão em relação ao momento que o país vive.

“Eu não sei de parar campeonato (Mineiro). Agora, uma coisa eu tenho certeza. A Copa do Brasil nós vamos ter que repensar. São 80 times do Brasil inteiro, e nós não podemos botar 80 delegações dentro de avião, de aeroporto”, declarou.

Segundo o sorteio realizado pela CBF, o América-MG, time de Lisca, enfrenta o Treze-PB, no próximo dia 18, na cidade de Campina Grande, capital da Paraíba. Ressaltando o desejo pela vida e pediu um posicionamento de outros treinadores.

“Eu sou pai de família, tenho duas filhas e uma esposa. Eu quero viver, gente. E ninguém sabe. Tem pessoas que pegam e morrem, tem pessoas que pegam e nada acontece, tem pessoas que são entubadas e agora você nem pode mais entubar. Eu vi ontem o procedimento de entubação. O que está acontecendo com o nosso país? Nós precisamos nos posicionar, precisamos lutar contra isso. 

Por fim, ainda emocionado, o comandante do Coelho citou colegas de trabalho que perderam a batalha contra a doença. “Estou perdendo amigos. Nós estamos perdendo. O Ruy Scarpino morreu ontem ou antes de ontem. O Renê, que trabalhei junto no Inter, também. O Marcelo Veiga também. O meu amigo treinador Julinho Camargo, coordenador do sub-23 do Inter, se entubou. Para quem não conversou ainda com uma pessoa que passou por isso, eu recomendo. O China Balbino, meu grande amigo, treinador também lá no Sul, saiu ontem da UTI”, lamentou.

Opção dos quatro grandes tira o brilho daquele que foi o maior campeonato do país

Apesar de entender que os atletas precisam descansar e que os clubes precisam preparar atletas para o futuro, o fato de Flamengo, Fluminense, Vasco e Botafogo optarem pela escalação de times alternativos formados em sua maioria por garotos da base, tira o brilho de um campeonato que já foi o principal do país e o mais charmoso de todos pelo desfile das maiores estrelas do futebol nacional.

O Campeonato Carioca vem perdendo brilho a cada ano devido a necessidade de adaptação de um calendário que beneficia os torneios nacionais e sacrifica os estaduais, outrora os mais aguardados pelos torcedores devido a rivalidade existente entre torcedores que sonhavam com uma vitória sobre o oponente para zoar os adversários por um bom tempo. Um Vasco x Flamengo disputado com times alternativos não atrai as atenções como antigamente onde os grandes clubes colocavam em campo suas principais estrelas em torneios regionais e que serviam de preparativos para os grandes confrontos nacionais e internacionais.

Marcos Braz revela necessidade de o Flamengo vender ‘titular absoluto’

O Flamengo levou quatro títulos na temporada 2020, que se encerrou na última semana com o octacampeonato brasileiro. Mas é provável que o elenco rubro-negro tenha que perder uma peça da equipe titular em 2021. Quem indicou a real possibilidade foi Marcos Braz, vice-presidente de futebol do clube.

 A nossa estimativa é de perder um jogador. Desse tamanho, de titular absoluto. A nossa análise é pra que aconteça somente isso em relação a um jogador. Evidente que a gente vai trabalhar pra que isso não aconteça, nem que esse “um” saia daqui. Mas a gente tem números para serem alcançados – falou Braz, em entrevista ao “Canal Rica Perrone”, no YouTube.

Marcos Braz também indicou que será necessário negociar atletas que não estejam atuando com frequência sob o comando de Rogério Ceni. 

Cartolouco; atração do Resende no Estadual

Lucas Strabko, conhecido como Cartolouco, é o mais novo reforço do Resende para a temporada 2021. É isso mesmo, você leu certo. Mas o que fez o clube carioca contratar o jornalista ex-Globo e A Fazenda? O UOL Esporte investigou o histórico do jovem como jogador de futebol. Rola pra baixo e descubra.

“A realização de um sonho: vou disputar o Campeonato Carioca 2021 pelo Resende”,…

Lucas estudou na Cásper Líbero e integrou o “Só Gaveta”, time de calouros que competiu em um torneio interno da faculdade: a Copa Mané Garrincha. Segundo ex-companheiros, ele foi um jogador regular, com boa noção de passe e marcação, mas não era titular da equipe vice-campeã da competição de 2014.

Ansioso para ver Lucas em campo oficialmente? O Resende estreou no Carioca contra o Fluminense, mas a assessoria de imprensa do clube explicou que a inscrição de Cartolouco não foi feita a tempo para a partida contra o Tricolor das Laranjeiras.