Em Doha, no Catar, a semifinal do Mundial de Clubes foi difícil. Entretanto, os brasileiros superaram um ótimo primeiro tempo dos sauditas e conquistaram a vaga na decisão após vencer de virada por 3 a 1.

Salem Al-Dawsari marcou pelo Al Hilal, que dominava o Flamengo nos primeiros minutos. A derrota por 1 a 0 no intervalo parecia um bom placar perto do que se via em campo, e assim foi.

Avassaladores, os rubro-negros voltaram do vestiário com tudo e logo empataram. O gol foi de Arrascaeta, após linda jogada.

Por superstição ou tática, no meio da etapa final Jorge Jesus repetiu a substituição que fez na decisão da Libertadores, colocando Diego no lugar de Gerson. Deu certo uma vez e deu certo de novo.

Minutos depois, veio a virada com Bruno Henrique. Em seguida, o terceiro, gol contra de Al-Bulayhi. Em ambos, Diego começou a criação da jogada.

Com o 3 a 1 finalizado, pela primeira vez no atual formato um Sul-Americano saiu perdendo a semifinal do Mundial de Clubes da Fifa e conquistou a vaga na final.