Os torcedores do Volta Redonda ainda tem motivos para sonhar. O time profissional já mostra progresso após o retorno do Neto Colucci. Se vencer o São Bento se livra de rebaixamento para a série D, mas a esperança de encerrar a participação entre melhores da C permanece. Será uma luta difícil mas o otimismo do treinador contagiou o elenco que voltou a ter uma performance convincente nos dois últimos jogos.

Enquanto isso a garotada da base vem conseguindo ótimos resultados no campeonato estadual. O empate em 2 a 2 contra o Flamengo garantiu aos meninos de aço o direito de decidir a Taça Rio contra o Botafogo eliminando adversários como Vasco, Fluminense podendo repetir o sucesso da geração de 83 que chegou as finais e representou o Estado no Campeonato Brasileiro de Seleções chegando ao vice campeonato nacional.

Jogos da décima sexta rodada da série C – Grupo B

Ituano x Boa Esporte (Estádio Nivelli Junior), Tombense x Brusque (Tombos), São José x Londrina (Estádio Francisco Novelettto), Volta Redonda x São Bento (Estádio Luso Brasileiro).

Covid-19; O esporte se torna uma vitima ignorada pelos dirigentes

A pandemia do Covid-19  assusta e provoca mortes no mundo inteiro, mas os dirigentes de clubes e entidades esportivas ignoram o perigo, marca jogos, mantém competições expondo atletas ao perigo de uma contaminação causando prejuízos financeiros e técnico para os clubes no mundo inteiro. Se as entidades ganham com contratos milionários com emissoras de TV e mídia impressa o mesmo não ocorre com os clubes que sentem o baque financeiro e sobre com a queda de rendimento devido as constantes ausências de jogadores importantes devido a contaminação.

Os principais clubes Brasileiros sofrem as consequências ; Recentemente, Palmeiras e Atlético Mineiro entraram em campo com nada menos que nove desfalques provocados por atletas infectados. O problema já atingiu os principais clubes privando os torcedores de comparecer aos Estádios.

Seleção Brasileira fecha 2020 com 100% de aproveitamento

A nova safra de craques Brasileiros tem dado certo. Apesar dos inúmeros problemas encontrados durante a temporada, a Seleção Brasileira encerra o ano com um saldo altamente positivo liderando a fase sul americana das eliminatórias com um saldo excelente e apresentando novos talentos, muitos deles desconhecidos da torcida brasileira.

Com a vitória de 2 a 0 sobre o Uruguai seleção fecha a temporada com quatro jogos e quatro vitorias; 5 a 0 sobre a Bolívia, 4 a 2 sobre o Peru 1 a 0 contra a Venezuela e 2 s 0msobre o Uruguai. Neymar considerado o maior craque desta geração pouco participou, mas outros surgiram como Everton Ribeiro, Richarlisson, Ederson,  Danilo,  Renan Lodi; Arthur, Douglas Luiz ,Bruno Guimarães, Lucas Paquetá, que se juntaram aos já conhecidos; Marquinhos, Thiago Silva, Firmino e Gabriel Jesus  dando a seleção além do equilíbrio uma velocidade que agregada ao talento devolve a nossa seleção a hegemonia do futebol nas Américas.

De ídolo do Flamengo a odiado em Portugal

Flamengo conquistou seis títulos nos últimos 20 meses. Em cinco deles, Jorge Jesus foi o protagonista de uma equipe recheada de craques. Porém, o treinador decidiu deixar de lado a idolatria rubro-negra e viajou rumo à aventura de comandar novamente o Benfica, de Portugal. Porém, as coisas não têm andado da forma como ele esperava.

Os torcedores benfiquistas, por exemplo, já exigem a saída de Jorge Jesus, sobretudo nas redes sociais. O fator mais criticado pelos adeptos é o sistema defensivo, que não tem funcionado nos últimos jogos. Não à toa, a equipe foi vazada nove vezes nas primeiras sete rodadas do Campeonato Português, desempenho inferior ao de metade dos 18 times da competição.

No Flamengo, Jorge Jesus tivera 81,6% de aproveitamento. Ele esteve na beira do gramado em 58 partidas, com 44 vitórias, dez empates e quatro derrotas. O Mister conquistou os seguintes títulos: Libertadores de 2019, Campeonato Brasileiro de 2019, Supercopa do Brasil de 2020, Recopa Sul-Americana 2020 e Carioca de 2020.

SBT pode comprar direitos para transmitir Campeonato Carioca

Após 17 anos sem nenhuma transmissão esportiva o SBT aproveitou a brecha no decreto presidencial e comprou o Fla x Flu na decisão do estadual. O retorno financeiro e a audiência alcançada animou a direção da emissora que resolveu investir no esporte contratando alguns nomes conhecidos como Teo José e Benja.

Diante da desistência da Globo de seguir com o contrato com a Federação do Estado do Rio de Janeiro a rede de televisão do empresário Silvio Santos abriu negociação com a entidade para adquirir os direitos de transmissão do Estadual 2021. A informação é do Portal UOL

Ainda de acordo com o portal, a expectativa do SBT é ter uma boa arrecadação devido aos comerciais das festas de fim de ano (Natal e Ano Novo). Além disso, o veículo espera ter novos patrocinadores interessados na fase mata-mata da Libertadores da América, que começa na próxima semana e terá exibição da emissora.

Com cautela, o canal de Silvio Santos também aguarda a definição de mais detalhes sobre a competição. Isso porque, a Ferj ainda vai definir a quantidade de jogos que o torneio terá. A entidade, no entanto, nunca escondeu seu desejo de negociar os direitos de exibição do Campeonato Carioca com uma TV aberta.