Plataforma é permitida pela Justiça eleitoral, pessoa física pode contribuir pela internet; doações de empresas estão proibidas

O pré-candidato a deputado estadual Jari Oliveira (PSB) lançou recentemente nas redes sociais o financiamento coletivo por meio de doações de pessoa física pela internet, através do site Doação Legal criado pela empresa “Vakinha.com”. A alternativa de arrecadação para campanha eleitoral é uma novidade desta eleição, sendo autorizada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Doações de empresas estão proibidas apenas pessoas físicas podem contribuir, é possível doar até 10% da renda do ano anterior. As doações seguem até o dia 07 de outubro, data limite. Mais informações no link: doacaolegal.com.br/jarioliveiraoficial

O pré-candidato disputa pela primeira vez uma “cadeira” na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) e está confiante devido a sua atuação na Câmara Municipal de Volta Redonda, onde exerce seu segundo mandato como vereador sendo o mais votado em 2016. Uma das características da sua condução na vida pública é a transparência, ética e a participação popular com projetos que dão vez e voz aos moradores como: “Vereador no seu bairro” e “Tribuna Livre”, no plenário legislativo.
Devido ao mandato participativo como vereador, inclusive em votações e comissões: especial ambiental e plano diretor, o pré-candidato quer impulsionar sua atuação na região e no estado do Rio.

Nosso mandato será um instrumento dos interesses da população, do nosso estado na formatação de políticas públicas, respeitando e fiscalizando o dinheiro público, sem perder o foco em Volta Redonda e região Sul Fluminense, tal como nosso mandato – disse, acrescentando que projetos participativos, caso seja eleito, vão continuar em todo estado, como por exemplo, o “Deputado presente”, visitando as cidades da região.

A pré-candidatura a deputado estadual inclui desafios como a recuperação econômica do estado do Rio de Janeiro. Segundo Jari Oliveira, sua experiência pode contribuir e muito com a mudança que todos os fluminenses esperam na retomada do crescimento, geração de empregos e diminuição da violência através de projetos educacionais e sociais.