Cateteres de alto fluxo são utilizados em casos de insuficiência respiratória aguda e pode reduzir a necessidade de intubação; aparelhos serão instalados nas UTIs dos hospitais São João Batista e Munir Rafful (Retiro)

A Prefeitura de Volta Redonda, através da Secretaria Municipal de Saúde, segue investindo para oferecer mais recursos aos profissionais de saúde e melhor atendimento aos pacientes na luta contra a Covid-19. No início dessa semana, o governo municipal efetuou a compra de dez novos cateteres de alto fluxo, que vão auxiliar os pacientes internados com insuficiência hipoxêmica aguda em decorrência do novo coronavírus.

Os equipamentos, previstos para chegarem na próxima semana, serão instalados na ala Covid-19 das UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) dos hospitais São João Batista (HSJB) e Munir Rafful (Retiro), sendo cinco em cada hospital. As principais complicações da Covid-19 estão ligadas ao sistema respiratório provocando lesões pulmonares.

O aparelho

O cateter de alto fluxo é uma forma de ventilação não invasiva e pode reduzir consideravelmente a necessidade de intubação e o uso da ventilação mecânica. Os aparelhos de Alto Fluxo oferecem até 60 litros de oxigênio por minuto tratando o paciente com problema respiratório com maior conforto.

O recurso traz melhorias na assistência hospitalar da rede pública aos pacientes acometidos com a Covid-19, conforme destacou o prefeito Antonio Francisco Neto. “A Prefeitura vai investir incansavelmente em recursos na saúde para salvar vidas. Em meio à pandemia sabemos das limitações e dificuldade na aquisição de equipamentos devido à grande procura, mas estamos levantando recursos e mobilizando toda a nossa equipe para fornecer o melhor tratamento aos pacientes com o novo coronavírus”, disse Neto.