As obras irão beneficiar 54 famílias com rede de água e esgoto

Para levar água potável e rede de esgoto sanitário para os moradores do Núcleo Dom Waldyr Calheiros, no bairro Belmonte, a Prefeitura de Volta Redonda, através do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), iniciou nesta quarta-feira, dia 9, a construção de 516 metros de rede no local. A previsão é de que em 90 dias os moradores já comecem a utilizar os serviços.

Em visita ao local, o prefeito Samuca Silva conversou com os moradores sobre a importância de levar esse benefício do saneamento para a comunidade. “Hoje começa a transformação na vida de cada um. Esse é um dia marcante, pois iniciamos uma obra tão aguardada pelas mais de 50 famílias. É respeito, é dignidade que estamos proporcionando para essas pessoas. Ver a gratidão e a alegria no olhar deles é realmente inspirador e nos motiva a trabalhar cada vez mais”, comentou o prefeito.

Samuca acrescentou ainda que essa é a primeira de muitas melhorias que estão por vir para o Núcleo. “Após a rede de água e esgoto, traremos asfaltamento para as vias e iluminação pública. Com muito trabalho, estamos resolvendo a questão da moradia em Volta Redonda”, enfatizou.

O diretor-presidente do Saae, José Geraldo Santos, explicou que essa é uma obra que irá atender 54 famílias que ali residem, eliminando as doenças causadas pela falta de saneamento básico. “Essa obra implica também em melhorias na qualidade de vida da comunidade. O custo licitado é de R$209.611,68, com um prazo de execução de três meses”, disse.

Representando a Igreja Católica, o bispo de Volta Redonda, Dom Luis Henrique, destacou a luta da comunidade pelas melhorias e avanços. “Temos que agradecer a Deus por esse projeto que está se iniciando para que vocês tenham dignidade. Estaremos com vocês nessa missão para receberem os direitos com dignidade e respeito. Parabéns ao prefeito pela iniciativa e tenho certeza que Dom Waldyr está feliz com essas etapas que estão sendo construídas para vocês viverem bem nessa localidade”, comentou.

A líder da comunidade, Flávia Siqueira Lemos, agradeceu ao prefeito em nome de todos os moradores “Nós sabemos o que passamos desde o começo e o sentimento de agora, com essa conquista, é de gratidão. Lutamos juntos por nossos direitos e, agora, estamos vendo as conquistas chegarem. Não temos palavras para agradecer todo esse empenho do prefeito Samuca”, frisou Flávia.

Claudionor Serrati Farias é o poeta do núcleo e acrescentou que essa obra vai trazer benefícios para os moradores que estavam com esperança de melhorias no saneamento básico do local. “Os problemas de alagamento, retorno das águas e mau cheiro vai acabar e nossa vida melhorar”, destacou Claudionor.