Secretário de Educação de Itaboraí visitou Volta Redonda ara conhecer o projeto

O projeto de Robótica Educacional realizado pela prefeitura de Volta Redonda tem sido um sucesso. Tanto que o secretário de Educação de Itaboraí, cidade da região metropolitana do Rio de Janeiro, veio até a cidade para conversar com a secretária municipal de Educação e conhecer os detalhes do projeto para implantá-lo em seu município.

“O projeto criou um ambiente de acesso para todos os alunos da rede, isso é o que me trouxe aqui. Um projeto de robótica é muito complexo e implantar em municípios com um número muito grande de alunos é muito difícil. E aqui foi feito de uma forma que as crianças avançam pedagogicamente. Temos que trazer nossas escolas para o século XXI e conectar os alunos trazendo esse tipo de oportunidade é o que a gente precisa”, afirmou o secretário de Educação de Itaboraí, Osório de Souza.

O Projeto de Robótica Educacional é realizado nas unidades Educacionais da rede municipal com Software e Hardware livres e tem como objetivos promover o desenvolvimento criativo dos alunos; despertar o interesse e a motivação pelo estudo das ciências e sua aplicação funcional e proporcionar aos alunos através do trabalho em grupo, a colaboração, a criatividade, a vivência de desafios e a resolução de problemas.

Atualmente o projeto acontece aos sábados em sete escolas do município e mais profissionais estão sendo capacitados para expandir para todas as unidades educacionais. A coordenadora pedagógica do projeto, Paulinha Batista, contou que apesar de no município ter equipe de competição o foco do projeto é a aprendizagem. “A robótica educacional trabalhada aqui no município é focada na construção de conhecimento”, disse.

A secretária de Educação de Volta Redonda, Rita Andrade, lembrou que é um trabalho muito importante. “Primeira coisa que nós precisamos fazer é incentivar os professores. Fazer com que eles acreditem no projeto. Os alunos são contagiados pela empolgação”, contou Rita.

Para o prefeito Samuca Silva, a robótica educacional além do aprendizado acadêmico, desenvolve valores importantes nos alunos. “Eles começam a se preocupar com o descarte correto do lixo eletrônico, sendo que muitos desses materiais são reaproveitados, ajudando o meio ambiente. Então eles se desenvolvem como alunos e como cidadãos responsável”, afirmou o prefeito.