Projeto de Lei, apresentado em audiência pública, será entregue ao prefeito Samuca Silva para envio ao Poder Legislativo

A5ª audiência pública de Revisão do Plano Diretor Participativo 2018 foi realizada pela prefeitura de Volta Redonda nesta terça-feira, dia 18, no auditório do Centro Universitário Geraldo Di Biase. O evento marcou o encerramento de um ano e meio de trabalho das equipes do IPPU (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano) e do Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano (CMDU).

Novos bairros e áreas urbanas de expansão foram incluídas na Revisão do Plano.Segundo o presidente do IPPU, Márcio Lins, a revisão feita no Plano Diretor de2008, que por lei teria que ser atualizado 10 anos depois, está concluída: A próxima etapa é a aprovação pelo Poder Legislativo.

“Tendo a aprovação dos conselheiros do CMDU, o projeto de Lei que será entregue ao prefeito Samuca Silva e será encaminhado aos vereadores com uma mensagem do executivo, está consolidado. Os novos bairros herdados da cidade de Pirai e que são de Volta Redonda, a área do Roma, a Rodovia do Contorno e suas áreas, a Rodovia dos Metalúrgicos, o futuro polo metal mecânico siderúrgico, as áreas da CSN nos bairros Aterrado e Aero Clube, estão no novo Plano Diretor”, informou Lins.

Cinco mapas mostrando a área de aplicação dos mecanismos urbanísticos,  de macrozonas de urbanização, macrozonas de expansão I e II, de expansão da produção, do perímetro urbano e abairramento com todos os setores, a proteção ambiental, artigo por artigo da nova legislação a ser aprovada, foram avaliados na audiência pública.

A valorização paisagística do Rio Paraíba do Sul e melhor uso de suas margens,também estão na Revisão do Plano Diretor 2018. O arquiteto Edmilson dos Reis, do CAU (Conselho de Arquitetos e Urbanistas), elogiou o resultado. “Muito importante para ordenar o desenvolvimento econômico da cidade, criando empregos e para eliminar entraves a este crescimento, favorece a acessibilidade e protege áreas verdes”.

Segundo o prefeito Samuca Silva, a cidade legalizou as áreas com o macrozoneamento que vão receber os novos investimentos, com a valorização dessas áreas, favorecendo o desenvolvimento pelo acesso fácil pelas rodovias BR-393 e Presidente Dutra.

“Volta Redonda como capital da região central do Médio Paraiba, com a melhor infraestrutura em serviços, educação, saúde, cultura, conseguimos organizar a cidade na sua área vocacional, industrial, para atrair negócios, gerar empregos, como centro regional de desenvolvimento”,destacou o prefeito.