Prefeito de Volta Redonda ressaltou o legado para o desenvolvimento econômico do Estado do Rio

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, participou nesta quinta-feira, dia 26, da regulamentação da ‘Lei do Aço’, que cria o Polo Metalmecânico. A solenidade aconteceu no Palácio Guanabara, sede do Governo do Estado. O governador em exercício, do Rio, Cláudio Castro, participou da solenidade junto com executivos da CSN.

O Polo Metalmecânico trata-se de incentivos fiscais que serão concedidos a empresas da cadeia do aço, dando igualdade de condições com outros estados como Minas Gerais e São Paulo.

O prefeito Samuca Silva destacou que esta é uma data muito importante para o futuro de Volta Redonda.

“Esse é um legado para o desenvolvimento econômico de todo Estado do Rio. Esse projeto foi iniciado em Volta Redonda com nosso mandato e a melhora do diálogo com a CSN. Fico feliz de ajudar, desde 2017, a fomentar este anseio de nossa regiao. Com incentivos fiscais para a cadeia do aço, Volta Redonda e todo o Estado receberão empresas beneficiadoras de aço. Sete empresas já estão com protocolo de intenção assinado para se instalarem em nossa cidade, gerando 3,5 mil empregos”, disse.

Samuca ressaltou que a melhora do diálogo com a CSN permitiu que esse projeto começasse em Volta Redonda e saísse do papel. “Agradeço ao governador Cláudio Castro pela regulamentação e ao deputado estadual Gustavo Tutuca que foi o autor da Lei do Aço. Gestão é assim, traz resultados no futuro. Talvez, depois da construção da usina, este seja o maior momento da indústria no estado”, comentou.

O governador Cláudio Castro, em seu discurso, destacou que o Polo Metalmecânico gera competitividade ao Rio de Janeiro. “Com esses incentivos, vamos atrair empresas e gerar emprego. Eu digo sempre que precisamos melhorar o ambiente para os empreendedores”, disse.