A arquibancada vazia da Neo Química Arena nesta sexta-feira, estreia da seleção brasileira masculina contra a Bolívia, promete ser o tom das primeiras duas rodadas das Eliminatórias da Copa de 2022, do Catar. O que pode não durar muito tempo, pois a Conmebol ainda avalia o cenário e evita o tema, mas já expectativa de se discute nos bastidores a volta do público para os dois jogos de novembro.

O tom adotado é o mesmo na CBF. A renda de jogos em partidas amistosas e em competições oficiais representa resultado financeiro significativo para a CBF. O aumento com “bilheteria e premiação”, apontados em balanços financeiros da entidade, saiu de R$ 16,5 milhões, em 2012, para R$ 56,7 milhões, no resultado financeiro de 2017.

inicialmente, a Conmebol reconhece que não pode se meter em questões sanitárias relativas a cada país – ou seja, lava as mãos para o caso de uma seleção conseguir autorização interna, dentro do território nacional, para levar público, enquanto outras não têm o mesmo direito -, mas deseja consenso entre todos dirigentes para retorno uniforme. Pelo equilíbrio técnico.

Voltaço pode ter força máxima contra Boa Esporte

O Volta Redonda amarga uma sequência negativa de resultados mas tem bons motivos para sonhar com o fim do jejum neste final de semana. O Boa Esporte, seu próximo adversário é lanterna da chave e retorno dos titulares; Douglas, Heitor, Luan e Bruno Barra deixam o técnico Luizinho Vieira com mais opções para tentar uma vitória que deverá manter o time entre os quatro primeiros colocados.

Um novo exame no atacante Alef Manga recém contratado e ainda não jogou devido a Covid 19 e a possibilidade da solução do caso do apoiador Erick Flores podem representar uma boa noticia para a comissão técnica e a esperança dos torcedores que sonham em ver o tricolor de aço na série B em 2021.

Durante a semana o clube encerrou o contrato com o meia Bernardo, mas também, fez reuniões com todo o elenco  afim de descobrir erros e motivar os jogadores para a sequência do campeonato. Serão nove jogos, sendo cinco com mando de campo se o clube 70% de aproveitamentojá é um om caminho.

Mas não é só isso. O clube continua sem um local fixo para mandar os seus jogos o que tem representado uma desigualdade técnica num campeonato equilibrado como é a série C. Se houver agilidade no desmonte do Hospital de Campanha e na recuperação do gramado do Estádio da Cidadania a possibilidade do time terminar a competição entre os quatro primeiros aumenta e o sonho da série B pode se tornar realidade..

Confira os jogos da décima rodada

Sabado 10/10 – 15 horas

Volta Redonda x Boa Esporte (Luso Brasileiro) e 17 horas; Tombense x Ituano em Tombos (MG)

Domingo 11/10

Ypiranga x Brusque, Criciúma x Londrina. A rodada será completada no dia 15/10 com o jogo entre São Bento x São José

 

Cariocas tem vitorias importantes no meio de semana. Vasco decepciona

Flamengo, Fluminense e Botafogo obtiveram resultados expressivos na quarta feira, mas a festa carioca só não foi completa porque o Vasco acabou derrotado pelo Bahia e interrompeu a alegria dos cariocas no meio de semana.

No Maracanã O Flamengo começou oscilantemas no decorrer do seu jogo contra o Sport Recife mostrou a sua superioridade sobre os demais concorrentes e chegou ao segundo lugar colocando no líder Atlético Mineiro que não conseguiu vencer o Fortaleza.

O sucesso do rubro negro nos dois últimos anos, é fruto da ousadia da diretoria que não mediu esforços para montar um elenco que não sente falta quando entra em campo sem aa Suas estrelas principais. Hoje o Flamengo é um grupo cer o rubro negro nos dias atuais de atletas de alto nível e os resultados acontecem naturalmente. O vitória de 3 a 0 sobre o Sport é a prova inconteste de que vencer o Flamengo nos dias atuais é uma tarefa difícil para qualquer concorrente.

Quando os velhinhos abrem os olhos o Fluminense acorda

Nenê (39 anos), Fred (37), Digão (35), Muriel (34). Todos com idade acima dos padrões do futebol brasileiro, mas foram eles os principais personagens da vitória sobre o Goiás por 4 a 2 colocando o ataque tricolor como o segundo mais eficiente no Campeonato Brasileiro. Somente nos três últimos jogos foram anotados nove gols números que confirman a boa fase dos atacantes tricolores. Nenê continua sendo oprincipal goleador, Fred que completou 300 jogos com a camisa tricolor voltou a marcar e Digão que oscila entre altos e baixos é uma das opções nas jogadas aéreas.

Com os velhinhos em campo o Fluminense vem se mantendo na faixa de classificação para a Sul Americana e fugindo a cada rodada da zona de rebaixamento.

Cavalieri pega pênalti e Botafogo volta a respirar

A vitória do Botafogo sobre o Palmeiras pode não representar uma recuperação total do time que ainda corre risco de rebaixamento, mas mostrou uma nova postura em campo e uma determinação dos jogadores em busca da bola até então desconhecida dos torcedores neste campeonato. A troca de comando com a saída de Paulo Autuori e a promoção de Bruno Lazaroni pode ser o antídoto contra a série de maus resultados.

Um outro ponto importante é a boa fase do goleiro Diego Cavalieri que defendeu o pênalti cobrado por William e mostrou durante o jogo estar em plena forma antecipando um grande duelo com Gatito Fernandes que se encontra na seleção do Paraguai. O Botafogo vencedor é bom para o futebol do Rio outrora tido como o mais charmoso do futebol brasileiro.

Vasco decepciona e aumento número de jogos sem vencer

O jejum do artilheiro Herman Cano qiençao marca há cinco jogos e as ausências de Benitez e Andrey que cumpriu suspensão mostraram um Vasco frágil no meio campo e a derrota contra o Bahia foi inevitável. Mas não é somente as ausências dos titulares que preocupa os vascaínos. O time que chegou a liderar a competição teve uma queda acentuada e o trabalho do técnico Ramon Menezes já começa a ser questionado.

O fim de semana será de cobranças e reflexão para os jogadores e comissão técnica do Vasco que pela sua tradição precisa reagir rápido e voltar a dar alegrias a sua grande torcida em todo o pais