“Na semana em que o país, ainda que muito timidamente, começou, enfim, a vacinação contra o novo coronavírus, o noticiário foi marcado por uma série de denúncias dando conta de que os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde no Plano Nacional de Imunização estão sendo desrespeitados para que pessoas que não estão entre os grupos prioritários fossem vacinadas. O Ministério Público já investiga denúncias em pelo menos onze estados. Em Barra Mansa, no Sul do Rio de Janeiro, a vereadora Fernanda Carreiro (PT) acredita que só a transparência absoluta pode dar credibilidade à campanha de vacinação. Por isso, a vereadora encaminhou nesta sexta-feira um ofício ao secretário municipal de Saúde, Sérgio Gomes da Silva, pedindo esclarecimentos sobre o destino das vacinas recebidas pelo município.


“Diante da necessidade de controle das doses da vacina que chegaram ao município, como vereadora solicitei informações ao secretário de Saúde sobre a imunização. É importante que seja dada publicidade à população, mostrando que estão sendo respeitados em Barra Mansa os critérios de prioridade estabelecidos pelo Ministério da Saúde”.

O documento enviado por Fernanda Carreiro à Secretaria indaga a quantidade de vacinas recebidas por Barra Mansa, para onde foram destinadas, os critérios utilizados e, por fim, a listagem dos profissionais já vacinados.”