Volta Redonda recebe prêmio pela participação no ‘Cidades Empreendedoras’ do Sebrae

0

Prefeito Samuca Silva foi receber premiação em solenidade no Rio de Janeiro

Volta Redonda recebeu nesta quinta-feira, dia 26, a premiação pela participação no programa Cidades Empreendedoras, realizado pelo  Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). O prêmio foi recebido pelo prefeito Samuca Silva, que foi acompanhado pelo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Joselito Magalhães. A cerimônia aconteceu no Rio de Janeiro.

O município terminou em terceiro lugar o programa, que tem formato de game, e tem o objetivo de melhorar o ambiente empreendedor dos municípios do Estado do Rio. “Estamos viabilizando novas empresas e novas oportunidades de emprego. E o programa Cidades Empreendedoras visa gerar emprego e renda para o cidadão, melhorando conseqüentemente a qualidade de vida em Volta Redonda”, comentou o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva.

Samuca destacou os avanços do município na área do empreendedorismo. “Esse programa visa empreender, desburocratizar, e novas formas de desenvolvimento. Fico feliz que, em um ano de mandato, já estamos alcançando grandes objetivos. Participar desta iniciativa do Sebrae nos proporcionou aprimorar as ferramentas e implementar outras para tornar Volta Redonda uma cidade atrativa para os negócios”, afirmou ‘o prefeito.

Cezar Vasquez, Diretor-Superintendente do Sebrae/RJ, exaltou o comprometimento dos envolvidos como fator fundamental para o sucesso. “Neste game, que envolve múltiplas áreas da gestão pública, todos os colaboradores são vitais. Ao acompanhar os processos neste último ano, foi possível presenciar a dedicação de cada um para implementar ações que pudessem resultar em melhorias e oportunidades para os empreendedores”,afirmou.

Participando do programa, a prefeitura de Volta Redonda implantou diversas medidas que visavam melhorar o ambiente empreendedor do município. Sobre desburocratização, por exemplo, a prefeitura implantou o Alvará online via REGIN e, ainda, integrou cinco órgãos públicos também ao REGIN: secretarias de Fazenda, Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, além da Vigilância Sanitária e o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPPU).

Outras as iniciativas que surgiram pela participação no Cidades Empreendedoras, estão a realização de licitações para Micro e Pequenas Empresas e MEIs e o aumento da participação dessas empresas nas compras públicas superior a 70%; a capacitação de fornecedores e gestores públicos quanto aos benefícios oferecidos pela Lei Geral e o mapeamento dos processos internos do setor de compras e licitações.