Com foco na excelência do atendimento de alta complexidade, hospital Viver Mais irá contar com atendimento de emergência clínica, ortopédica e oftalmológica 24 horas

A cidade de Volta Redonda ganhará um novo hospital em 2019. Trata-se do Viver Mais, localizado no bairro Laranjal, no coração da Cidade do Aço, que irá atender a população local e dos municípios do Sul Fluminense em seu entorno. A previsão para a entrega da primeira fase das obras é dezembro de 2018, com funcionamento a partir do primeiro trimestre de 2019.

O objetivo do novo hospital é se tornar a referência da região em qualidade de atendimento médico de alta complexidade, bem como na prestação de serviços médicos hospitalares, hotelaria e recursos tecnológicos. De acordo com o diretor médico do Viver Mais, Dr. Ivo Xavier, a nova unidade hospitalar terá uma área de cobertura que abrange 1,3 milhão de habitantes da região.

“Existe um carência de leitos privados na região e o Viver Mais chega para suprir essa necessidade. Mas, nossa preocupação vai além disso. Iremos oferecer um serviço diferenciado, com atendimento extremamente qualificado e instalações modernas, além dos melhores profissionais da região, visando proporcionar conforto e segurança aos pacientes”, afirmou o médico.

O novo hospital contará com centro médico integrado, que reunirá no mesmo ambiente serviços de emergência, centro cirúrgico, UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e de diagnóstico por imagem. O objetivo é oferecer uma assistência completa, 24 horas por dia, com equipamentos de alta tecnologia e uma equipe médica altamente preparada.

“O Viver Mais será um hospital voltado para o atendimento cirúrgico e terapia intensiva, com atendimento rápido e direto, e emergência integrada com centro de diagnóstico. Volta Redonda ganhará uma unidade hospitalar mais moderna, ágil e com maior qualidade de atendimento”, ressaltou o diretor, que ainda falou sobre como foi escolhido o nome do hospital.

“O nome é muito sugestivo e foi escolhido justamente porque é o que queremos oferecer aos nossos pacientes: melhor qualidade de vida. Por este motivo, nosso foco está no fator humano e, por isso, nossos profissionais prestarão um atendimento individualizado e com a atenção que cada paciente precisa. Um dos diferenciais será o serviço de manobrista, para que nossos pacientes não percam tempo ao serem atendidos”, concluiu.

A chegada do hospital a Volta Redonda também terá um impacto direto na economia, com um valor de investimento que passa dos R$40 milhões. A estimativa do Viver Mais é criar 400 novos empregos diretos, com alta remuneração e qualificação técnica.