Mostra apresenta cerca de 180 trabalhos e fica até 16 de novembro no espaço

Cerca de 180 trabalhos artísticos dos alunos da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) fazem parte da Exposição Pedagógica, que já está aberta para visitação no Espaço Zélia Arbex, na Vila Santa Cecília. A população pode conferir os trabalhos de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h, sábado das 9h às 17h e domingo das 9h às 13h.

O prefeito Samuca Silva comenta a atuação da Apae em Volta Redonda. “O trabalho deles é muito importante para a cidade, tanto na assistência aos alunos quanto ao suporte às famílias. Quem ainda não conhece, garanto que irá se encantar com o talento dos alunos que superam barreiras. É também uma opção de lazer admirar esses trabalhos”, disse Samuca.

A exposição dos trabalhos artísticos teve início no Dia Nacional da Cultura, 5 de novembro, e faz parte do calendário cultural do município, promovendo as atividades dos alunos atendidos e familiares. Antes da abertura, os alunos da Fanfarra, do instrutor Cirineu Pires, e do projeto de Capoeira coordenado por Gláucia Durões, conhecida como mestra Arara, fizeram apresentações em frente ao Zélia Arbex.

Segundo a coordenadora das Oficinas Laborativas, Sheila de Azevedo, a exposição dos trabalhos artísticos dá maior visibilidade para a sociedade e valoriza as atividades desenvolvidas pelos alunos da instituição.

“Os trabalhos foram feitos durante o ano e selecionamos os melhores de tapeçaria, cozinha experimental, arte acabamento, mosaicos, pintura em tela com biscuit (porcelana fria ou massa para modelar peças), design de Nicolau Vinciprova em parceria com a instituição, exibição de técnicas artísticas utilizadas pelo Lar Pestalozzi, entre outros. Agradecemos a Secretaria de Cultura por oportunidade”, comentou Sheila.

Jeovan Valva, aluno da oficina de Artes Visuais, da professora Eliane Nery de Oliveira, venceu o Festival Estadual Nossa Arte, das Federações das Apaes no estado, com o quadro Floresta Selvagem, com trabalho em cores fortes. Um segundo quadro dele estará em exposição no Festival Nacional de Artes das Federações das Apaes, que acontece no dia 17 de novembro, em Manaus. Já os trabalhos expostos no Zélia Arbex podem ser comprados pelo público, gerando recursos para a instituição.

Maria Aparecida Machado, mãe de João Vitor, de 16 anos, elogiou a mostra artística. “É um belíssimo trabalho que eles fizeram e vale a pena que todos venham conhecer”, elogiou.